HSERPA

"Para nos iluminarmos não precisamos apagar o brilho dos outros"

Textos

NA LUZ SERENA

NA LUZ DA PRAÇA
(QUE NO SERENO
NADA ILUMINA)
NÃO SE ESGUEIRA VIVA ALMA
NENHUM SER NAS ESQUINAS
 
NINGUÉM FORA DAS CASAS
FECHADAS BEM TRANCADAS
SÓ PERDIDOS QUE NADA TEM
PELA RUA
VOLTA E MEIA VÃO E VEM
 
SÃO ALMAS ALGO INQUIETAS
A QUE ALGUMA COISA FALTA
E UMA HORA AQUI OUTRA ALI
PASSAM COM OS SEUS PASSOS
QUE NO SILÊNCIO SE FAZ OUVIR
 
ENQUANTO FAMILIAS DORMEM
COMO SÓ BASTASSEM NA VIDA
TÃO SÓ O DORMIR E O COMER
PARA ELES SÓ ISTO JÁ NÃO SERVE
SENTEM UM VAZIO A PREENCHER

SÃO BUSCADORES NA INCERTEZA

QUE NA ALMA TEM UM ANSEIO
POIS NO FUNDO SÓ PROCURAM
FORA DAS CASAS E DOS TRILHOS
UMA LUZ QUE OS FAÇA ENTENDER


“Nenhuma pessoa devia esquecer que cada hora e a cada minuto a aproximam mais do momento em que há de deixar a Terra, e que ela mesma cria para si própria, o céu ou o inferno, mediante sua vontade e ações! Roselis vons Sass em “O Livro do Juízo Final” – www.graal.org.br



 
HAMILTON SERPA
Enviado por HAMILTON SERPA em 06/02/2015
Alterado em 15/09/2018
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras